Tumburululu

traz pra mim? traz aquele sorriso bonito e cativante,tudo mostrado,o gozo estampado, o rosto iluminado?a imagem!traz aquele riso animador, gostoso de ouvir.bem-humorado,o canto faladoo barulho encantado?o som!traz aquele abraço envolvente e confortante.prazer regalado,o querer entrelaçado,o amor praticado?o toque!… traz pra mim?

traz pra mim?

traz aquele sorriso bonito e cativante,
tudo mostrado,
o gozo estampado,
o rosto iluminado?

a imagem!

traz aquele riso animador, gostoso de ouvir.
bem-humorado,
o canto falado
o barulho encantado?

o som!

traz aquele abraço envolvente e confortante.
prazer regalado,
o querer entrelaçado,
o amor praticado?

o toque!

… traz pra mim?

Mais uma vez tá aí você, sonhando acordada, sentada Olhando o tempo passar sem esperar por nada Ou esperar por tudo que esteja por vir Calada, ouvindo aquela voz que não cansa de repetir Na sua mente, dizendo pra correr atrás Mas ela mente, eu digo não corra demais Porque talvez ele seja aquele bom rapaz Mas talvez não, talvez só queira te passar pra trás E a essa altura suas amigas dizem que ele é mó galinha Sua mãe te diz que ele já pegou a vizinha Pro seu pai você nem conta, senão ele perde a linha E seus amigos dizem que ele é “bixa” ou que “cheira a farinha” Mas suas amigas pagam pau pra ele, viu meu bem? Sua mãe nem ao menos sabe de onde ele vem O seu pai não aceitaria você andando com ninguém E seus amigos tem ciúme porque querem te pegar também
Eu sei que essa parada pode dar.. Certo Mas também sei que isso pode não dar.. Certo Então fica suave, relaxa mulher Deixa rolar..
Eu sei que essa parada pode dar.. Certo Mas também sei que isso pode não dar.. Certo Então fica suave, relaxa mulher Deixa rolar..
Você devia tá pensando em estudar, passar no vestibular Ou trabalhar, mas fica esperando ele te ligar Mas óh, se o telefone não tocar É porque ele não quis discar seu número, então nem pensar em discar Porque você não gostaria se ele fosse um cara grudento Se desmonstrasse ciúme a todo momento Ou se fizesse uma vozinha de bebê Ao memo tempo que tivesse falando sobre casamento com você, né? Ah pelo amor, né.. O fato de ele não ligar é que manteve essa chama de pé Lembra que você já passou por isso outras vezes E se envolver mais uns meses pra largar, você não quer, né? Tudo que vem fácil, vai fácil, então Não queira ter alguém na palma da sua mão Você nem sabe se ele tá em casa ou não, vai por mim Nada que não começou tem chance de chegar no fim
Então, eu sei que essa parada pode dar.. Certo Mas também sei que isso pode não dar.. Certo Então fica suave, relaxa mulher Deixa rolar..
Eu sei que essa parada pode dar.. Certo Mas também sei que isso pode não dar.. Certo Então fica suave, relaxa mulher Deixa rolar..
Mas quando ele te liga, você fica mansa, é, eu sei Seus passos são comandados pela esperança Mulher, talvez com ele seja igual E ele só tenha medo disso não dar certo no final Ou, ele queira memo é te zoar Mas uma coisa é certa, você só vai saber quando tentar O tempo vai dizer se isso é atoa A gente mal comanda a gente, muito menos a outra pessoa
Eu sei que essa parada pode dar.. Certo Mas também sei que isso pode não dar.. Certo Então fica suave, relaxa mulher Deixa rolar..

Mais uma vez tá aí você, sonhando acordada, sentada
Olhando o tempo passar sem esperar por nada
Ou esperar por tudo que esteja por vir
Calada, ouvindo aquela voz que não cansa de repetir
Na sua mente, dizendo pra correr atrás
Mas ela mente, eu digo não corra demais
Porque talvez ele seja aquele bom rapaz
Mas talvez não, talvez só queira te passar pra trás
E a essa altura suas amigas dizem que ele é mó galinha
Sua mãe te diz que ele já pegou a vizinha
Pro seu pai você nem conta, senão ele perde a linha
E seus amigos dizem que ele é “bixa” ou que “cheira a farinha”
Mas suas amigas pagam pau pra ele, viu meu bem?
Sua mãe nem ao menos sabe de onde ele vem
O seu pai não aceitaria você andando com ninguém
E seus amigos tem ciúme porque querem te pegar também

Eu sei que essa parada pode dar.. Certo
Mas também sei que isso pode não dar.. Certo
Então fica suave, relaxa mulher
Deixa rolar..

Eu sei que essa parada pode dar.. Certo
Mas também sei que isso pode não dar.. Certo
Então fica suave, relaxa mulher
Deixa rolar..

Você devia tá pensando em estudar, passar no vestibular
Ou trabalhar, mas fica esperando ele te ligar
Mas óh, se o telefone não tocar
É porque ele não quis discar seu número, então nem pensar em discar
Porque você não gostaria se ele fosse um cara grudento
Se desmonstrasse ciúme a todo momento
Ou se fizesse uma vozinha de bebê
Ao memo tempo que tivesse falando sobre casamento com você, né?
Ah pelo amor, né..
O fato de ele não ligar é que manteve essa chama de pé
Lembra que você já passou por isso outras vezes
E se envolver mais uns meses pra largar, você não quer, né?
Tudo que vem fácil, vai fácil, então
Não queira ter alguém na palma da sua mão
Você nem sabe se ele tá em casa ou não, vai por mim
Nada que não começou tem chance de chegar no fim

Então, eu sei que essa parada pode dar.. Certo
Mas também sei que isso pode não dar.. Certo
Então fica suave, relaxa mulher
Deixa rolar..

Eu sei que essa parada pode dar.. Certo
Mas também sei que isso pode não dar.. Certo
Então fica suave, relaxa mulher
Deixa rolar..

Mas quando ele te liga, você fica mansa, é, eu sei
Seus passos são comandados pela esperança
Mulher, talvez com ele seja igual
E ele só tenha medo disso não dar certo no final
Ou, ele queira memo é te zoar
Mas uma coisa é certa, você só vai saber quando tentar
O tempo vai dizer se isso é atoa
A gente mal comanda a gente, muito menos a outra pessoa

Eu sei que essa parada pode dar.. Certo
Mas também sei que isso pode não dar.. Certo
Então fica suave, relaxa mulher
Deixa rolar..

Suas pernas foram feitas pra correr, neguim, então vai Degola o estirante, embola na rabiola e traz Seus olhos foram feitos pra enxergar, toda vez que uma mina passar Sua boca foi feita pra xavecar, então vai e traz Porque eu já vi sua situação, suas panelas no fogão, Sua chinela sem cordão, sua favela, seu colchão, Sua sequela, podridão, seu caderno sem lição, Sua rabeira nos busão, seu roubo, seu ganha-pão, Sua fuga com seus irmãos, sua comemoração, Vi seu bute bonitão, seu futebol de salão Sua garra pela função, sua marra, sua perdição E até chorei com a sua primeira detenção
Vagabundo vai correr, vai brincar Vai chover, vai sujar Deixa o menino jogar, que é sexta-feira Pra proteger é que existe a rezadeira A rezadeira vai rezar, rezadeira, vai rezar, rezadeira..
Mas essas grades num te prende, né neguim, vem, volta pra nós Deixa os problemas de lado, compra uma moto veloz Só que pra ter moto veloz, né, tem que ter um dim E foi assim, foi assim que eu vi seu fim Porque eu vi sua vontade,eu vi seu plano Eu vi você, eu vi seus mano Eu vi o disfarce e vi seu cano E vi você atirando Eu vi correndo, eu vi trocando Se escondendo, se assustando Eu vi ali, te vi orando E vi o seu peito sangrando Eu vi seus amigos saindo, seus amigos te deixando Sua coragem se esvaindo, e o seu olho fechando Eu vi seu choro, vi seu medo por dentro te dominando E vi meia dúzia de anjos te buscando
Vagabundo vai correr, vai brincar Vai chover, vai sujar Deixa o menino jogar, que é sexta-feira Pra proteger é que existe a rezadeira A rezadeira vai rezar, rezadeira, vai rezar, rezadeira..
E ela teve que te ver neguim, sangrando no chão Ela tentou te socorrer, mas um pronto socorro não Ela atravessou o isolamento, sem caô Eu vi quando ela empurrou um policial e ajoelhou Eu vi também ela chorando no seu sangue Gritando um tal senhor Cantando alto e claro aquele bonito louvor Encarando seu espírito ao lado do seu corpo, em pé Implorando pra que se arrependa se puder E eu vi o seu corpo tremendo com o seu coração parado E uma lágrima escorrendo com o seu olho fechado Eu vi o povo todo olhando estasiado E vi cada uma das câmeras pifando pro segredo ser guardado A rezadeira parou de cantar, e pra você sorriu Os anjos voltaram pro céu, e então o seu olho se abriu E eu chorei testemunhando com vocês Quando eu vi sua mãe te dando a luz pela segunda vez

Suas pernas foram feitas pra correr, neguim, então vai
Degola o estirante, embola na rabiola e traz
Seus olhos foram feitos pra enxergar, toda vez que uma mina passar
Sua boca foi feita pra xavecar, então vai e traz
Porque eu já vi sua situação, suas panelas no fogão,
Sua chinela sem cordão, sua favela, seu colchão,
Sua sequela, podridão, seu caderno sem lição,
Sua rabeira nos busão, seu roubo, seu ganha-pão,
Sua fuga com seus irmãos, sua comemoração,
Vi seu bute bonitão, seu futebol de salão
Sua garra pela função, sua marra, sua perdição
E até chorei com a sua primeira detenção

Vagabundo vai correr, vai brincar
Vai chover, vai sujar
Deixa o menino jogar, que é sexta-feira
Pra proteger é que existe a rezadeira
A rezadeira vai rezar, rezadeira, vai rezar, rezadeira..

Mas essas grades num te prende, né neguim, vem, volta pra nós
Deixa os problemas de lado, compra uma moto veloz
Só que pra ter moto veloz, né, tem que ter um dim
E foi assim, foi assim que eu vi seu fim
Porque eu vi sua vontade,eu vi seu plano
Eu vi você, eu vi seus mano
Eu vi o disfarce e vi seu cano
E vi você atirando
Eu vi correndo, eu vi trocando
Se escondendo, se assustando
Eu vi ali, te vi orando
E vi o seu peito sangrando
Eu vi seus amigos saindo, seus amigos te deixando
Sua coragem se esvaindo, e o seu olho fechando
Eu vi seu choro, vi seu medo por dentro te dominando
E vi meia dúzia de anjos te buscando

Vagabundo vai correr, vai brincar
Vai chover, vai sujar
Deixa o menino jogar, que é sexta-feira
Pra proteger é que existe a rezadeira
A rezadeira vai rezar, rezadeira, vai rezar, rezadeira..

E ela teve que te ver neguim, sangrando no chão
Ela tentou te socorrer, mas um pronto socorro não
Ela atravessou o isolamento, sem caô
Eu vi quando ela empurrou um policial e ajoelhou
Eu vi também ela chorando no seu sangue
Gritando um tal senhor
Cantando alto e claro aquele bonito louvor
Encarando seu espírito ao lado do seu corpo, em pé
Implorando pra que se arrependa se puder
E eu vi o seu corpo tremendo com o seu coração parado
E uma lágrima escorrendo com o seu olho fechado
Eu vi o povo todo olhando estasiado
E vi cada uma das câmeras pifando pro segredo ser guardado
A rezadeira parou de cantar, e pra você sorriu
Os anjos voltaram pro céu, e então o seu olho se abriu
E eu chorei testemunhando com vocês
Quando eu vi sua mãe te dando a luz pela segunda vez

You did it to yourself

You did it to yourself

I wanna see you choke on your lies, swallow up your greed, suffer all alone in your misery, choke on your lies, swallow up your greed .
I wanna see you choke on your lies, swallow up your greed, suffer all alone in your misery, choke on your lies, swallow up your greed .
You woke the devil that I thought you’d left behind

You woke the devil that I thought you’d left behind

Trust I seek and I find in you, every day for us something new. Open mind for a different view and nothing else matters.
Trust I seek and I find in you, every day for us something new. Open mind for a different view and nothing else matters.
"Nosso caráter é aquilo que fizemos quando achamos que ninguém está olhando." - Michael Stuart Brown

"Nosso caráter é aquilo que fizemos quando achamos que ninguém está olhando." - Michael Stuart Brown

you can’t play on broken strings

you can’t play on broken strings


Exercícios para o verão
 Ninguém deve descuidar da sua forma física só porque é verão. Para aqueles que negligenciam o seu Cooper porque com este calor, definitivamente, não dá, surge agora um novo método de condicionamento físico desenvolvido pelo Dr. Beer Belly e caracterizado por um mínimo de movimentação com um máximo de aproveitamento. Qualquer pessoa pode usar o método Beer Belly, mesmo que jamais tenha feito um exercício na vida, e com alguns movimentos básicos, repetidos várias vezes ao dia, conservar o tônus muscular, a boadisposição e a alegria de viver. E — importante — tudo isto longe do sol, sem correrias ou suadouros. De acordo com o método Beer Belly, você deve sentar firmemente diante de uma mesa de bar, respirar fundo, erguer o braço sobre a cabeça e, agitando o dedo indicador, dizer claramente: “Ei, garçom!” Na maioria dos casos você sentirá os benefícios desta flexão imediatamente, com a aproximação do garçom. Caso contrário, repita o movimento até obter o resultado desejado. Então, peça um chope bem gelado. Com o chope na sua frente, você está pronto para a segunda fase do exercício. O movimento horizontal da mão em direção ao copo põe em ação 17 músculos essenciais, do pouco conhecido Tendão de Ágape (que tem íntimas ligações com o músculo cardíaco e alguma influência no baço e até meio aparentado com um dos pulmões) até o popular bíceps. Muito importante, neste movimento, é a posição do polegar (ou, no grego, Dedão) que deve formar um perfeito ângulo reto com a palma da mão até esta envolver a parte externa do copo. Para melhor aproveitamento, o copo deve estar gelado — e ao contrário de você —, suando muito. É desnecessário realçar a importância do Dedão na vida moderna. Nesta era tecnológica, onde tudo depende de apertar o botão certo, um Dedão desenvolvido pode significar até a sobrevivência do Ocidente como nós o conhecemos. Este movimento deve ser repetido muitas vezes. Erga o copo na vertical até o braçoe o antebraço formarem um V de Valium, ou um V bem largadão. Todo o controle nesta delicada operação, a mais importante do método Beer Belly, depende do pulso. O Dr. Beer Belly recomenda que, para evitar surpresas e o desperdício do precioso líquido, você treine antes com copos menores, como os de caipirinha, até firmar o pulso. O tríceps, os 32músculos do cotovelo e (não me pergunte como) o adutor da perna direita são os principais beneficiados nesta fase. À medida que o copo se aproxima dos músculos faciais (que devem ser descontraídos proporcionalmente à aproximação do copo, passando de um meio sorriso de antecipação para um sem ibico de expectativa), vá girando o pulso lentamente, de maneira que o encontro da borda do copo com o músculo labial inferior se dê num ângulo nunca inferior a 82 graus, para evitar o fenômeno cientificamente chamado de espuma no nariz. Esta fase serve para desenvolver a sincronização motora, o quadríceps e os importantíssimos músculos da deglutição, sem os quais você e eu não conseguiríamos engolir nada e teríamos que nos submeter à alimentação intravenosa, com todos os riscos da agulha rombuda e da hepatite. Uma vez reposto o copo sobre a mesa, depois de repetidos os movimentos A, B eC, só que ao contrário, levante o outro braço e passe as costas da mão na boca para limpá-la. Desta maneira você exercita os músculos do outro lado. A seguir estale os lábios. Dizer “Aaahhh…” é opcional, segundo o Dr. Beer Belly.E aguardemos o lançamento no Brasil do segundo livro do Dr. Beer Belly, Colesterol é Vida!, publicado pouco antes da sua morte prematura no verão passado.
LFV

Exercícios para o verão

 Ninguém deve descuidar da sua forma física só porque é verão. Para aqueles que negligenciam o seu Cooper porque com este calor, definitivamente, não dá, surge agora um novo método de condicionamento físico desenvolvido pelo Dr. Beer Belly e caracterizado por um mínimo de movimentação com um máximo de aproveitamento. Qualquer pessoa pode usar o método Beer Belly, mesmo que jamais tenha feito um exercício na vida, e com alguns movimentos básicos, repetidos várias vezes ao dia, conservar o tônus muscular, a boadisposição e a alegria de viver. E — importante — tudo isto longe do sol, sem correrias ou suadouros. De acordo com o método Beer Belly, você deve sentar firmemente diante de uma mesa de bar, respirar fundo, erguer o braço sobre a cabeça e, agitando o dedo indicador, dizer claramente: “Ei, garçom!” Na maioria dos casos você sentirá os benefícios desta flexão imediatamente, com a aproximação do garçom. Caso contrário, repita o movimento até obter o resultado desejado. Então, peça um chope bem gelado. Com o chope na sua frente, você está pronto para a segunda fase do exercício. O movimento horizontal da mão em direção ao copo põe em ação 17 músculos essenciais, do pouco conhecido Tendão de Ágape (que tem íntimas ligações com o músculo cardíaco e alguma influência no baço e até meio aparentado com um dos pulmões) até o popular bíceps. Muito importante, neste movimento, é a posição do polegar (ou, no grego, Dedão) que deve formar um perfeito ângulo reto com a palma da mão até esta envolver a parte externa do copo. Para melhor aproveitamento, o copo deve estar gelado — e ao contrário de você —, suando muito. É desnecessário realçar a importância do Dedão na vida moderna. Nesta era tecnológica, onde tudo depende de apertar o botão certo, um Dedão desenvolvido pode significar até a sobrevivência do Ocidente como nós o conhecemos. Este movimento deve ser repetido muitas vezes. Erga o copo na vertical até o braçoe o antebraço formarem um V de Valium, ou um V bem largadão. Todo o controle nesta delicada operação, a mais importante do método Beer Belly, depende do pulso. O Dr. Beer Belly recomenda que, para evitar surpresas e o desperdício do precioso líquido, você treine antes com copos menores, como os de caipirinha, até firmar o pulso. O tríceps, os 32músculos do cotovelo e (não me pergunte como) o adutor da perna direita são os principais beneficiados nesta fase. À medida que o copo se aproxima dos músculos faciais (que devem ser descontraídos proporcionalmente à aproximação do copo, passando de um meio sorriso de antecipação para um sem ibico de expectativa), vá girando o pulso lentamente, de maneira que o encontro da borda do copo com o músculo labial inferior se dê num ângulo nunca inferior a 82 graus, para evitar o fenômeno cientificamente chamado de espuma no nariz. Esta fase serve para desenvolver a sincronização motora, o quadríceps e os importantíssimos músculos da deglutição, sem os quais você e eu não conseguiríamos engolir nada e teríamos que nos submeter à alimentação intravenosa, com todos os riscos da agulha rombuda e da hepatite. Uma vez reposto o copo sobre a mesa, depois de repetidos os movimentos A, B eC, só que ao contrário, levante o outro braço e passe as costas da mão na boca para limpá-la. Desta maneira você exercita os músculos do outro lado. A seguir estale os lábios. Dizer “Aaahhh…” é opcional, segundo o Dr. Beer Belly.E aguardemos o lançamento no Brasil do segundo livro do Dr. Beer Belly, Colesterol é Vida!, publicado pouco antes da sua morte prematura no verão passado.

LFV

"What if this is it, Gerry? What if this is all there is to our life? You have to have a plan. Why do I have to be the responsible grown-up who worries? Why can’t I be the cute, carefree Irish guy who sings all the time?"

"What if this is it, Gerry? What if this is all there is to our life? You have to have a plan. Why do I have to be the responsible grown-up who worries? Why can’t I be the cute, carefree Irish guy who sings all the time?"

we are just a memory

we are just a memory

tell me what you want to hear

tell me what you want to hear